terça-feira, 23 de agosto de 2011

Dura Mater (à Klébia Sampaio)



Fiquei mais mulher
Rainha fada bruxa sereia
Guerreira em terras de Atlântida
Princesa que viaja
Pendurada em pássaros
Ou vagueia pendurada
Em caudas de cometas

Fui menina-rosa
menina-santa
menina-da-noite
Que escorrega na vida
Que goza em poesia
Anjo e demônio de asas douradas
Fui de Ás de Copa a Rei de Paus
Benfeitor e carrasco:
Peito e palmada
Do lar e dona de terras
In -ter -mi - ná - veis . . .

Maria repleta
Completa - mente
De dores e delícias
Plena - de graça!
Deus e Deusa
Teo-sofia
Sabedoria divina

Essa noite me tornei meio mãe - inteira!
(Manumayah - 17ago20111 / 04h48 A. M.)

Um lindo presente que ganhei do amigo Manú, me veio com tanta energia boua, com tanto amor que não pude resisti. Chorei de alegria e emoção. Meu lindo brigadúúúú!